A tendência da beleza natural vem ganhando força no Brasil a cada dia e, consequentemente, o aumento na procura por produtos orgânicos e naturais disparou. Além de cosméticos voltados para o skincare e maquiagem, o mercado tem investido na produção de outras variantes, tais como:

  • Cuidado para unhas;
  • Cabelos;
  • Linha kids, entre outras.

Diferente de alguns anos, o consumidor brasileiro de hoje tem o hábito de pesquisar ingredientes e procurar por marcas com ideais parecidos com os seus. A preocupação com as fórmulas dos produtos é uma realidade atualmente e, com toda a certeza, as receitas naturais e orgânicas são as campeãs absolutas na hora de eleger o item de beleza queridinho da rotina. Mas, apesar de terem propostas similares, você sabe a diferença entre as duas? Fique conosco e veja algumas dicas interessantes!

Leia mais: Conheça a real função dos fios de sustentação para a pele

Como são os produtos de beleza naturais?

Vamos começar pela formulação! Os produtos naturais precisam, obrigatoriamente, possuir ao menos 95% dos ingredientes vindos de matérias-primas naturais e apenas 5% ou menos com alguma substância sintética, e mesmo assim ela deve ser liberada.

Desse modo, os ingredientes usados costumam ser compostos por:

  • Óleos-vegetais e minerais;
  • Extratos vegetais e minerais;
  • Corantes;
  • Pigmentos naturais.

Outro fator importante é o dever de ser cruelty free, ou seja, nenhum produto pode ser testado em animais.

Dentro do nicho dos produtos naturais está a classe vegana, onde o maior diferencial é o fato da fórmula não obter nenhum ingrediente de origem animal, além de, é claro, não ser testado nos bichinhos.

Leia também: 5 motivos para você conhecer os preenchedores de ácido hialurônico

Como são os produtos de beleza orgânicos?

Já os produtos orgânicos, sendo em sua maioria itens para ajudar no rejuvenescimento da pele, possuem características e propostas distintas. Diferente dos naturais, os orgânicos visam criar fórmulas que não tragam malefícios para o consumidor, mesmo que o consumo aconteça diariamente e em longo prazo.

O risco de ocorrer algum tipo de alergia é praticamente nulo, já que não há nenhum componente químico neles. E é aqui que a família ecofriendly também entra! Isso porque o ingrediente mais usado costuma ser o óleo-puro, que normalmente é produzido com matérias-primas livres de quaisquer agrotóxicos.

Indicação de leitura: Mitos e verdades sobre harmonização facial

A semelhança entre orgânicos e naturais

Agora, falando de suas similaridades, é importante lembrar que tanto os produtos naturais como os orgânicos não podem acompanhar fragrâncias e/ou corantes sintéticos. Outra regra restrita é a fabricação sustentável. Levando em conta que o desenvolvimento de tais cosméticos ainda é bastante baixo, a intervenção de produção industrial dos mesmos deve ser a menor possível.

Os dois tipos de produtos são altamente recomendáveis para todas as faixas etárias e tipos de pele e cabelo. Os ingredientes naturais, com menor influência tóxica em sua produção livre de componentes químicos, trazem benefícios para a saúde e o dia a dia de cada pessoa, além de não agredir o meio ambiente.

Vale a pena testar!