Dentre todos os impedimentos que enfrentamos em função ao novo coronavírus e, consequentemente, o isolamento social, muitas pessoas deixaram de lado os tratamentos estéticos. Para que você não perca nenhuma dica importante e também não se esqueça dos bons hábitos de limpeza da pele e nutrição, nós do NMP conversamos com a Dra. Ana Carolina Rocha (CRM 25824 DF) que, além de profa de cosmiatria desde 2005, também é mestre, doutoranda (UFG) e Fellow of TXID.

 

NMP: Doutora, qual a importância de mantermos a boa higienização e nutrição da pele?

 

Dra. Ana Carolina: Uma boa higienização e nutrição significam saúde. Não adianta investirmos em tratamentos sofisticados quando não cumprimos uma rotina básica, pois isso afeta diretamente o equilíbrio e aspecto cutâneos.

Portanto, a manutenção da qualidade da pele começa com a limpeza da superfície e dos poros, que não permitirá acúmulo de impurezas da poluição, resíduos de cosméticos, maquiagem ou do sebo. O controle da oleosidade e do brilho também são possíveis através dessa limpeza (exceto em casos de hipertrofia sebácea ou acne).

Quanto à nutrição cutânea, essa começa na nossa alimentação: evitando “junk foods” e alimentos processados, e optando por alimentos orgânicos, ricos em enzimas, micro e macronutrientes, vitaminas, sais minerais e oligoelementos.

Em alguns casos, porém, estes nutrientes não refletem uma boa qualidade da pele. Cabe então ao médico prescrever, via tópica, ativos que combinem as vitaminas, antioxidantes, oligoelementos, peptídeos e outras substâncias pré-colágeno que irão oferecer viço, equilíbrio e firmeza, através desta nutrição cosmética. Em alguns casos de pele bem desvitalizada, com aspecto desnutrido, também se faz necessário o uso de suplementos nutracêuticos, de acordo com as necessidades individuais dos pacientes.

 

NMP: Como é a limpeza de pele ideal? Conseguimos fazê-la em casa?

 

Dra. Ana Carolina: O ideal é que mantenhamos a limpeza diária da nossa pele  duas vezes ao dia (mais, somente se estiver praticando esportes). Utilizando sabonetes próprios para a região da face, de acordo com o grau de oleosidade e sensibilidade, massageando em movimentos repetitivos, diversas vezes, para que possamos remover bem as impurezas. Em casos de peles muito oleosas, o ideal é utilizar uma escova de limpeza facial, sendo ela elétrica ou não, cujas cerdas sejam higienizadas periodicamente.

Nos casos de limpezas mais profundas, com microdermoabrasão, o aconselhado é que sejam realizadas de modo quinzenal ou até mensal, para todos os graus de acne, presença de mílios e em todas as fases envelhecimento (pois a esfoliação remove células mortas e ativa a renovação celular).

 

NMP: Como podemos identificar sinais de uma má higienização da pele?

 

Dra. Ana Carolina: Existem alguns sinais mais evidentes de uma má higienização como: sujidade, cravos, “brotoejas” e brilho em excesso. Caso repare em alguns desses sinais, talvez seja a hora de rever seus hábitos de cuidados diários!

 

NMP: Fazer esfoliações com produtos caseiros pode agredir a nossa pele?

 

Dra. Ana Carolina: Dependendo dos produtos que nós utilizarmos sim, pois muitas das receitas caseiras não passaram por testes de dosagem, eficácia ou associação de substâncias, tampouco verificou-se uma possível toxicidade. Muitas vezes, combinar ingredientes caseiros pode ocasionar queimaduras e até dermatites na pele. Antes de passar qualquer coisa no rosto, busque informações com credibilidade, por meio de profissionais capacitados.

 

NMP: Toda pele deve ser nutrida e hidratada com os mesmos produtos?

 

Dra. Ana Carolina: Cada tipo de pele possui necessidades especificas. Peles secas, por exemplo, necessitam de uma hidratação mais intensa, com ativos ricos em óleos; enquanto peles mais oleosas, necessitam de ingredientes e bases vegetais, livres de óleo.

Os processos de nutrição também devem ser realizados de acordo com o índice e aspectos nutricionais encontrados na ectoscopia cutânea (exame visual da pele), assim como os dados da anamnese. Nessa parte torna-se extremamente necessário a avaliação de um médico qualificado.

 

NMP: Muita gente costuma passar o que encontra em casa no rosto. O uso de produtos em excesso pode sufocar os poros?

 

Dra. Ana Carolina: Sim. Costumamos chamar esse fenômeno de “cosmetic buildup”. Tanto nos cabelos, quanto nossa pele e unhas sofrem com este acúmulo de resíduos químicos. Isso não somente colabora para uma desidratação, como também reduz a oxigenação tecidual e a renovação celular da região onde se acumulou. Novamente, se faz necessário uma boa higienização e acompanhamentos profissionais regulares!

 

NMP: Quais dicas você daria a quem deseja melhorar a aparência e firmeza da pele?

 

Dra. Ana Carolina: Antes de tudo, uma rotina regular de cuidados, sem neura ou exageros, para mantermos a pele saudável. Porém, para casos específicos como acne, oleosidade excessiva, pele muito seca ou pele sensível, e, sobretudo, diante de qualquer fase do envelhecimento cutâneo, as rotinas de cuidados diários podem não ser completamente efetivas sozinhas. Para um melhor tratamento da pele o ideal são aqueles contemplem todas as camadas da cútis. Nesses casos, optamos por tecnologias que melhorem os poros, textura, viço e qualidade da pele em geral, “recapeando” a superfície.

E, mais profundamente, utilizamos bioestimuladores de colágeno que promovam remodelamento dos tecidos que entram em atrofia no envelhecimento: ósseo, adiposo e tecidos moles em geral; o que costuma ser  a melhor opção para promover maior densidade cutânea. Os bioestimuladores, tanto injetáveis quanto na forma de fios, irão devolver a malha de sustentação que estrutura toda a pele. Preenchimentos suaves em regiões delicadas também podem complementar este tratamento, ofertando um “acabamento final.

 

 

Nós, da família Sinclair Pharma, acreditamos que é possível mudar o mundo através da autoconfiança e do bem-estar. Fatores como limpeza, hidratação e proteção devem sempre sem levados em consideração de acordo com o seu tipo de pele. Procure um de nossos especialistas e agende uma consulta!

 

Conheça mais em http://sinclairpharma.com.br/