Com a popularização da harmonização facial, vemos muitas informações circulando pela internet, porém, nem todas são verdadeiras. Para ajudar a identificar quais são os mitos e verdades, conversamos com a Dra. Bianca Gastaldi, dermatologista e speaker da Sinclair Pharma.

VERDADE – A harmonização facial pode substituir a cirurgia plástica

A harmonização facial pode substituir as pequenas cirurgias plásticas no rosto que são mais comuns, como a rinoplastia, já que melhora o contorno do nariz e a mentoplastia, pois aumenta e contorna a área do queixo. A grande diferença é que a harmonização facial é um procedimento estético minimamente invasivo, enquanto a cirurgia plástica é realizada a partir de suturas profundas, que levam mais tempo para cicatrizar.

MITO – As características do rosto mudam completamente

Segundo a Dra. Bianca, “a harmonização facial consiste na combinação de técnicas para deixar a beleza natural ainda mais evidente, valorizando pontos positivos da face e minimizando e atenuando pontos negativos”. Isso indica que as mudanças conquistadas a partir do procedimento não são capazes de modificar as características do paciente, apenas realçar traços e corrigir problemas que, normalmente, surgem com a idade.

VERDADE – A harmonização facial tem o mesmo efeito do lifting

A harmonização facial funciona como lifting sem corte, que além de ser minimamente invasivo, é responsável pelo levantamento dos tecidos da face e pela bioestimulação de colágeno e ácido hialurônico, o que ajuda na definição dos contornos, no rejuvenescimento facial, na hidratação da pele, no preenchimento labial e acentua a beleza natural. Outro procedimento que pode ser inserido na harmonização facial e influencia diretamente no efeito lifting é o fio de sustentação, como o Silhouette Soft.

MITO – O processo de aplicação é incômodo e dolorido

A aplicação dos preenchedores de ácido hialurônico pode ser realizada com anestesia local e é minimamente invasiva, portanto, o paciente não sente qualquer dor ou incômodo durante o processo. Já a toxina botulínica, segundo a Dra. Bianca, “é aplicada sem anestesia, para não interferir na qualidade do procedimento. Porém, é utilizada uma agulha muito fina, para minimizar qualquer tipo de sensação dolorosa e também a possibilidade de formação de equimoses”.

VERDADE – Os resultados são temporários e reversíveis

Todos os procedimentos realizados em uma harmonização facial completa são totalmente reversíveis e têm duração média de um ano e meio a dois anos, dependendo do produto utilizado. Entre os produtos do portfólio da Sinclair Pharma, tanto o preenchedor facial de ácido hialurônico da linha Perfectha, quanto o bioestimulador de colágeno com ação 2 em 1 da linha Ellansé têm duração de aproximadamente dois anos e resultados imediatos. 

MITO – A pele fica esticada e com uma aparência artificial

Esse é um possível efeito colateral das cirurgias plásticas e do lifting cirúrgico, porém, todos os procedimentos da harmonização facial funcionam como um lifting sem corte e utilizam técnicas minimamente invasivas de aplicação, utilizando somente produtos que são rapidamente absorvidos pelo organismo, evitando que a pele pareça esticada.

Mitos e verdades da harmonização facial
 

VERDADE – Todo mundo pode fazer a harmonização facial

Os procedimentos de harmonização facial podem ser realizados por qualquer pessoa maior de 18 anos que deseja ter um rosto mais simétrico e harmônico, seja homem ou mulher, jovem ou madura. Os benefícios do procedimento podem ser sentidos por pessoas que buscam corrigir problemas relacionados a acne, olheiras, rugas, marcas de expressão, assimetria, entre outros.

MITO – A harmonização facial faz o rosto perder a sensibilidade

Todos os procedimentos que fazem parte da harmonização facial, como a aplicação da toxina botulínica, dos preenchedores faciais e dos fios de sustentação não causam qualquer reação relacionada à sensibilidade, já que são aplicadas apenas na superfície da face. O importante é se certificar de que o profissional que está realizando o procedimento é totalmente capacitado e que os produtos são de qualidade.

VERDADE – O processo de recuperação do paciente é rápido e indolor

O processo de recuperação de todos os procedimentos da harmonização facial é muito rápido. Segundo a Dra. Bianca, “o tempo de recuperação varia muito de um paciente para outro. Caso tenha ocorrido ruptura de vaso durante o procedimento, a área pode apresentar um pouco de vermelhidão nos três primeiros dias, além disso, o paciente pode sentir um pequeno incômodo, dependendo da extensão da área tratada, mas é bem tranquilo”.