Um dos problemas de pele mais comuns, as olheiras, incomodam milhares de pessoas independente de gênero ou idade. Nos últimos meses, devido aos acontecimentos mundiais, não é raro que muitos de nós tenhamos perdido noites de sono, e isso certamente resultou numa potencialização das manchas e bolsas abaixo dos olhos.
Pensando nisso, o time do NMP convidou a dermatologista Dra. Tania Vilela para nos explicar um pouco sobre o assunto, além de nos dar dicas de alguns tratamentos estéticos para suavizá-las.

Doutora, o que são as olheiras?
Dra. Tania: As olheiras são as manchas escurecidas, formadas na parte inferior da área dos olhos. Elas podem possuir tamanhos e colorações diferentes, além de proporcionarem ao rosto um aspecto de cansaço e descontentamento.

E quais as causas mais comuns para o surgimento delas?
Dra. Tania: Na maioria das vezes elas estão associadas a uma herança genética, mas fatores como estilo de vida, stress, alergia, uso de algumas medicações, envelhecimento da pele, alterações hormonais, exposição solar, tabagismo e noites mal dormidas agravam as olheiras.

Existem mais de um tipo de olheiras?
Dra. Tania: Sim, existem dois tipos de olheiras: as de etiologia predominantemente vascular e as predominantemente melânicas. Porém, a grande maioria das pessoas apresenta um componente misto que é causado pela associação dos pigmentos chamados de melanina e hemossiderina e alterações da microcirculação local.

É possível evitar o aumento das olheiras hereditárias?
Dra. Tania: Podemos suavizar e retardar a piora buscando um estilo de vida mais saudável, como aumentar o período e qualidade de sono, a fim de evitarmos e diminuirmos fatores que possivelmente possam agravam o quadro.

Existem modos de amenizar as olheiras, estando em casa?
Dra. Tania: Sim, podemos optar por hidratar a região das olheiras, para que a pele apresente um aspecto menos craquelado e também podemos utilizar tratamentos que não irritem a pele fina das pálpebras, como cremes próprios para isso.
Compressas geladas com chás como de camomila ou água termal, por exemplo, podem auxiliar na suavização dessas manchas, além de compressas de gelo pela manhã e cuidados mais básicos como lavar rosto com água fria e evitar de passar sabonetes comuns na área das pálpebras podem ajudar nesse processo.

Caso optemos por algum tratamento  estético, quais os procedimentos mais seguros para isso?
Dra. Tania: Existem vários tratamentos para olheiras, desde cremes locais até peelings mais agressivos, assim como tratamentos com lasers e cirurgias sem corte. A segurança dos tratamentos depende muito da habilidade técnica do profissional e da indicação de procedimento, individualizando cada caso específico.
Preenchimentos com ácido hialurônico, por exemplo, além de trazer um aspecto mais harmônico a essa região, previnem o seu agravamento acelerado, com o passar do tempo.

Ficou interessado na realização do procedimento ou gostaria de saber a respeito dessa e outras técnicas do universo da beleza? Conheça mais em: https://sinclairpharma.com.br/