Fios de sustentação: dúvidas respondidas

O mercado estético traz cada vez mais alternativas de procedimentos minimamente invasivos para quem busca o rejuvenescimento facial, mas não quer algo tão definitivo quanto a cirurgia plástica. Os fios de sustentação funcionam como um lifting sem corte, sendo uma excelente opção de regenerador de colágeno e repositor de tecidos, para evitar a flacidez do rosto e do pescoço, além de melhorar os contornos faciais.

Segundo a Dra. Rafaela Bibas, dermatologista e speaker da Sinclair Pharma, “os fios de sustentação são produtos biocompatíveis, mais indicados para pacientes que possuem boa qualidade da pele e apresentam flacidez leve a moderada na face e no pescoço. É importante destacar que os fios são capazes de fazer o efeito lifting imediato e atuam no estímulo gradativo de colágeno por cerca de 18 meses”.

Tipos de fios de sustentação

Os dois principais tipos de fios de sustentação absorvíveis pela pele disponíveis no mercado são os seguintes:

  • Os fios PDO, que são feitos de polidioxanona, um material sintético que pode ser completamente absorvido pelo organismo. São fios de sustentação com tamanhos menores e duração mais curta, entre 6 e 8 meses. São mais indicados para pessoas que precisam de um produto capaz de estimular maior produção de colágeno.
  • Os fios de sustentação Silhouette Soft são feitos de ácido polilático, que promove o efeito lifting imediato e a produção de colágeno a longo prazo. Os produtos possuem microcones de sustentação, que ajudam a remodelar a pele do rosto, conferir contornos perfeitos e evitar flacidez. Os resultados podem variar de 12 a 24 meses.

Conheça o Silhouette Soft, único fio de sustentação com a inovadora tecnologia de cones do mundo!

Principais áreas de aplicação dos fios de sustentação

O que torna os fios de sustentação tão eficazes no rejuvenescimento facial é a grande contribuição do produto no reposicionamento dos tecidos que tendem a cair a partir dos 30 anos de idade, portanto, as principais áreas de aplicação são as áreas de maior flacidez do rosto, por exemplo:

  • Abaixo dos olhos (olheiras)
  • Canto dos olhos (pés de galinha)
  • Sobrancelhas e supercílios
  • Contorno da face
  • Bochechas
  • Contorno da mandíbula
  • Sulco nasogeniano (bigode de chinês)
  • Sulco labiomentoniano (linhas de marionete)

A partir do momento que os fios de sustentação são aplicados, atuam como um anti-inflamatório dermatológico, o que auxilia na produção de colágeno na região. O procedimento funciona como um bioestimulador para todas as áreas em que é aplicado, conferindo um aprimoramento das características do paciente, sem que haja qualquer perda da beleza natural.

Fios de sustentação: lifting sem cortes
 

Como é realizada a aplicação dos fios de sustentação?

O procedimento de aplicação dos fios de sustentação é minimamente invasivo, sendo necessário apenas a anestesia local nos pequenos pontos de entrada e saída do produto. Os fios são introduzidos por uma agulha e cuidadosamente posicionados da forma que o paciente deseja. Depois que as sobras do fio são cortadas, ele fica debaixo da pele, completamente invisível.

A Dra. Rafaela explica que “o procedimento de aplicação dos fios de sustentação leva em torno de 40 minutos, sendo que o paciente pode retornar ao trabalho no mesmo dia”. Todo o processo é completamente indolor, podendo haver apenas um leve incômodo na área de aplicação nos primeiros dias.

É importante lembrar que o procedimento pode ser realizado apenas por profissionais autorizados e com produtos com qualidade comprovada em rejuvenescimento facial e reposicionamento de tecidos, como o Silhouette Soft.

Cuidados após o procedimento

Ao optar pelos fios de sustentação para alcançar o rejuvenescimento facial e melhorar os contornos da face, o paciente já evita as dores locais, cicatrizes e os cuidados comuns após as cirurgias plásticas, como curativos, por exemplo. O tratamento com os fios de sustentação é como um lifting sem corte, portanto, demanda apenas que o paciente não realize atividades físicas pesadas e evite exposição solar pelo período de duas semanas.

A Dra. Rafaela alerta que “a aplicação dos fios de sustentação é um excelente procedimento e com resultados maravilhosos, mas, para dar certo, é essencial que o paciente siga todas as orientações médicas corretamente”.